sexta-feira, 25 de junho de 2010

Gcompris

http://gcompris.net/wiki/images/thumb/1/1a/798px-Gcompris_main_menu.jpg

quinta-feira, 24 de junho de 2010

ORAÇÃO DO PROFESSOR

Dai-me, Senhor, o dom de ensinar,
Dai-me esta graça que vem do amor.

Mas, antes do ensinar, Senhor,
Dai-me o dom de aprender.

Aprender a ensinar,
Aprender o amor de ensinar.

Que o meu ensinar seja simples,
humano e alegre, como o amor.

De aprender sempre.
Que eu persevere mais no aprender do que no ensinar.

Que minha sabedoria ilumine e não apenas brilhe
Que o meu saber não domine ninguém, mas leve à verdade.

Que meus conhecimentos não produzam orgulho,
Mas cresçam e se abasteçam da humildade.

Que minhas palavras não firam e nem sejam dissimuladas,
Mas animem as faces de quem procura a luz.

Que a minha voz nunca assuste,
Mas seja a pregação da esperança.

Que eu aprenda que quem não me entende
Precisa ainda mais de mim,
E que nunca lhe destine a presunção de ser melhor.

Dai-me, Senhor, também à sabedoria do desaprender,
Para que eu possa trazer o novo, a esperança,

E não ser um perpetuador das desilusões.
Dê-me, Senhor, a sabedoria do aprender.
Deixai-me ensinar para distribuir a sabedoria do amor.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

APOSTILA MATEMÁTICA - URSINHO DE 0 A 9

Fiz mais uma apostila para vocês, para a educação infantil, são 10 páginas para trabalhar os
números de 0 a 9.
Façam bom proveito, tenho certeza que as crianças vão adorar.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NAS SÉRIES INICIAIS

RESUMO

O presente trabalho é o resultado de uma pesquisa de campo que conduz ao estudo teórico e prático. O tema aborda a importância do lúdico nas séries iniciais, uma vez que os jogos e brincadeiras são excelentes oportunidades de mediação entre o prazer e o conhecimento historicamente constituído, já que o lúdico é eminentemente cultural. Analisa-se de forma crítica o desenvolvimento das aulas, identificando na prática do professor se há o momento de aplicabilidade do lúdico em sua prática pedagógica. Todavia, verificou-se que o professor, na ansiedade de ensinar os conteúdos propostos, pensam que não há tempo para brincadeiras e jogos, pois lhes falta o conhecimento teórico para embasar sua prática no cotidiano escolar. Essa postura exige profundas mudanças nas atitudes pedagógicas. Independentemente das condições que a escola e o sistema educacional proporcionam à sua prática docente, é da responsabilidade de cada professor motivar suas aulas, tornando-as atrativas e prazerosas, preparando a criança para que está vá se constituindo um sujeito crítico de suas próprias ações e meio em que vive. Por essa razão, o aprofundamento sobre o lúdico se faz necessário para uma boa reflexão.


SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

1. A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO
1.1 Origem dos brinquedos
1.2 Função biológica do jogo
1.3 Considerações sobre a infância
1.4 Desenvolvimento da linguagem, sociabilidade e aprendizagem
1.5 Tipos de brinquedos e brincadeiras
1.6 O jogo na aprendizagem
1.7 A ludoteca como alternativa pedagógica
1.7.1 Que é uma ludoteca
1.7.2 Origem das ludotecas
1.7.3 Função da ludoteca

2. CONSIDERAÇÕES METODOLÓGICAS

3. ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS DADOS

CONSIDERAÇÕES FINAIS

OBRAS CONSULTADAS

ANEXOS

O BRINCAR NA ESCOLA

RESUMO

Pesquisas revelam que a escolarização da criança tem se constituído, na maioria das vezes, num grande obstáculo para que se respeite o direito de brincar, ou seja, as atividades mais desenvolvidas pelas crianças durante o tempo que permanecem na escola se restringem à leitura, à escrita e ao formal da matemática, sendo totalmente dirigidas pela professora, que acaba sempre impondo uma tarefa para todos. Em função desses dados o trabalho foi desenvolvido numa escola da rede municipal de XXXXXXXXXXX - XX, Centro Educacional XXXXXXXXX com o qual a clientela são crianças de classe desfavorecidas. Professores e a orientadora da escola foram entrevistadas através de um questionário, objetivando levantar informações a respeito de que valor os educadores dão ao brincar na infância. Com base nos resultados alcançados pode-se perceber que existe a preocupação, pois segundo os educadores o brincar ajuda o desenvolvimento e nas descobertas da criança. Porém a escola enfrenta dificuldades, portanto faz-se necessário investir na formação do educador e na conscientização de toda a sociedade quanto à importância disso.

Palavra chave: Brincar, criança, lúdico.

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

CAPÍTULO I
1 A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR
1.1 Origem das brincadeiras tradicionais e sua importância
1.2 Diferentes brinquedotecas
1.3 O brincar e a escola
1.4 A importância do jogo no processo educacional

CAPÍTULO II
2 CARACTERÍSTICA DO CAMPO DE PESQUISA
2.1 Histórico da escola pesquisada
2.2 Característica do corpo docente/ discente
2.3 Aspectos físico considerados relevantes que permitam as brincadeiras
2.4 Observações gerais do brincar na escola

CAPÍTULO III
3 COMPILAÇÃO DOS DADOS
3.1 Resultados obtidos e análise dos resultados

CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

terça-feira, 15 de junho de 2010

Sul-africanos divulgam símbolo da Copa de 2010

Da EFE
Em Berlim (Alemanha)

Reuters

Organização do próximo Mundial divulga símbolo oficial da competição
O comitê organizador da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, divulgou nesta sexta-feira o símbolo da competição.

O primeiro Mundial no continente africano terá como símbolo uma figura de fundo negro preparando-se para dar uma bicicleta.

O boneco parece deitar no ar, com os braços esticados, enquanto uma de suas extremidades se estica em busca da bola.

A logomarca do Mundial que sucederá o de 2006 foi apresentada nesta sexta em Berlim durante uma cerimônia que contou com a presença do presidente da Fifa, Joseph Blatter, o presidente sul-africano, Thabo Mbeki, e o secretário-geral da ONU, Kofi Annan, entre outras personalidades.

A Copa do Mundo de 2010, a 19ª da história do futebol, será a primeira a ser realizada no continente africano.

domingo, 13 de junho de 2010

PRJETO-Alimentação

A mulher precisa cada vez mais usar alimentos industrializados para preparar as refeições. Isso vem gerando muitos problemas de saúde, carência de vitaminas e nutrientes e, principalmente, obesidade

JUSTIFICATIVA: A família sofreu e ainda vem sofrendo profundas transformações. Entre elas destacamos a necessidade da mulher buscar seu espaço no campo de trabalho. Muitas vezes tendo uma jornada dupla (trabalho,cuidados do lar e família) a mulher precisa cada vez mais usar alimentos industrializados para preparar as refeições. Isso vem gerando muitos problemas de saúde, carência de vitaminas e nutrientes e, principalmente, obesidade.

Além desses problemas que afetam o indivíduo há outro em âmbito maior, que afeta a toda a sociedade: a população cresceu num ritmo acelerado e a produção de alimentos não acompanhou esse crescimento. Outro grande problema é o desperdício e o consumismo desenfreado. Poucos têm muito e muitos sobrevivem de migalhas, de restos. A desnutrição assola os países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento. Faz-se necessário uma reflexão seguida de ação. Precisamos rever nossos conceitos e preconceitos. Muitos alimentos são jogados enquanto a fome assola o povo. Muitas vezes esse desperdício ocorre por ignorância. Então, é necessário repensar a alimentação e buscar novos caminhos. Os alimentos alternativos se encaixam como solução para o problema da fome e da miséria.
Através dos hábitos e costumes de um povo, entre eles a alimentação, podemos desvendar os principais traços culturais, entender o passado, analisar o presente e vislumbrar o futuro. Pelo viés da alimentação é possível aprender História e Geografia de forma divertida e interessante.

OBJETIVO: Gerar a reflexão sobre o consumo sustentável, aproveitamento dos alimentos e seus nutrientes, alimentação saudável e equilibrada .
Que o aluno seja capaz de refletir sobre saúde e alimentação sendo capaz de buscar as informações necessárias de forma autônoma e responsável.
Entender o processo histórico pelo viés da cultura, no caso específico, dos hábitos alimentares.
Identificar os alimentos saudáveis e os alimentos industrializados.
Valorizar a alimentação oferecida na escola.
Educar os alunos sobre a importância dos tributos pagos ou recolhidos e o retorno destes benefícios para a população proporcionando uma melhoria na qualidade de vida.

ESTRATÉGIA: Num primeiro momento alunos e professor conversarão sobre a importância da alimentação. Através de diferentes fontes de pesquisa deverão pesquisar sobre alimentação saudável e necessária para o nosso corpo.

Na segunda etapa iremos conversar sobre a alimentação oferecida na escola. Valorização da merenda oferecida. De que forma é preparada, e os nutrientes que compõe a alimentação. Da onde vem e quem paga a merenda oferecida na escola.

A última etapa do projeto é a finalização do projeto onde haverá elaboração de cardápios de baixo custo e saudável.
Cartazes com diferentes tipos de alimentação.
Quadro comparativo de alimentos saudáveis e alimentos industrializados.
Música: Planeta Azul.
Filme: Tainá: Uma aventura na Amazônia.

AVALIAÇÃO: A avaliação será constante. O professor estará atento ao interesse, participação, colocação de opiniões, colaboração... Mas, a melhor avaliação se dará a longo prazo, ou seja, quando o aluno colocar em prática tudo que aprendeu.

EEB CAETANO BEZ BATTI
PROF.ª: LUCIMARA MARTINS BARZAN
1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO FISCAL

Dia Mundial do Meio Ambiente-Mini-projeto preservando o meio ambiente

Atividade para o dia do meio ambiente


• Propor aos alunos a elaboração de cartazes, alertando a comunidade escolar para a preservação do ambiente e a colaboração para um ambiente mais saudável.
JOGUE O LIXO NO LIXO!
RESPEITE OS ANIMAIS!
A arte da reciclagem: Promova a reciclagem de papéis:
Materiais:
- 1 litro de água
- 20 gramas de qualquer tipo de papel ou 4 folhas de sulfite
- 2 gramas de pó de gelatina
- 1 grama de anilina (caso você queira papel colorido)
- liquidificador
- 1 bacia grande
- 1 peneira de qualquer formato
Como fazer:
1. Na véspera, rasgue o papel em pedacinhos e deixe de molho por 24 horas. Bata a mistura de papel e água no liquidificador, acrescentando a gelatina e, se for o caso, a anilina.
2. Passe a massa para uma bacia com 5 litros de água e agite levemente.
3. Introduza a peneira na bacia e, fazendo um movimento vertical, deixe escorrer toda a água.
4. Coloque a peneira sobre uma pilha de jornais, ou sobre um pano absorvente, sugando o excesso de água com uma esponja.
5. Retire o papel da peneira e deixe secar ao sol.
6. Depois que estiver completamente seco, o papel reciclado estará pronto para ser uso.
Revista da Folha. 3 de agosto de 1977, p. 21

sábado, 12 de junho de 2010

PROJETO MEIO AMBIENTE

As pessoas desfrutam do meio ambiente sem nem mesmo se importar com ele e acham que seus recursos são inesgotáveis. Usaram o meio ambiente de forma tão errada que hoje as conseqüências são visíveis, como o efeito estufa, camada de ozônio, alterações no ar, na água e muitas outras coisas podem acontecer com a falta de cuidado com a terra. Para que essa conscientização venha rapidamente é feito um Projeto Meio Ambiente nas escolas onde os alunos podem aprender desde pequenos a importância da proteção do meio ambiente.
Projeto Meio Ambiente
Projeto Meio Ambiente
Com esse projeto meio ambiente nas escolas os alunos aprendem muito sobre a importância de acabar com o desmatamento com as queimadas que contribuem na poluição do ar e poluem demais o ambiente deixando o ar impróprio para respirar e com isso as doenças respiratórias aumentam e prejudicam a saúde de todos e principalmente de bebês e crianças que são pequenos e sensíveis a tudo isso. Aprendem também a não jogar lixo nas ruas e lagos e sim em lixeiras para que o coletor de lixo pegue e jogo em lugares adequados. Sobre reciclagem também é muito falado no projeto meio ambiente, pois foi uma das idéias mais interessantes criadas para a preservação ambiental. Os professores ensinam tudo sobre reciclagem vidro, reciclagem vidro e muitas outras formas de ajudar na preservação.
Natureza
Natureza
Ensina as pessoas a usar materiais em casa que tenham embalagem reciclável e também a separar o lixo de acordo com as cores e jogar nas latas certas para que fique mais fácil para quem for coletar lixo. Com o projeto meio ambiente todos aprendem a importância da natureza na vida de todos os seres vivos e também ficam sabendo dos animais de extinção que são levados para locais seguros por causa de atos impensados dos homens. Esse projeto ajuda muito na formação de um adulto consciente e preocupado com o meio ambiente e com certeza esse adulto vai agir a favor da natureza e seus recursos e não contra.
Ecologia
Ecologia
Essa criança vai crescer sabendo tudo que é importante para a preservação ambiental e com certeza vai ensinar seus filhos a ser saudável e cuidar do meio em que vive. É um projeto muito bom para abrir a mente das crianças que vão aprender de maneira correta a usufruir do espaço natureza e de seus recursos sem abusos e ainda vão passar para os pais e irmãos em casa tudo que aprenderam e quem sabe convencê-los da importância do controle do meio ambiente.  O projeto meio ambiente vai ajudar muita gente entender que a natureza precisa ser respeitada e saber viver com ela é muito importante para que no futuro as crianças tenham um mundo saudável com ar puro e água cristalina onde possam se banhar em um dia de calor e se divertir sem medo de estar nadando em um lugar contaminado.

PLANO DE AULA-EDUCXAÇÃO FISICA E MATEMÁTICA

Plano de Aula: Educação Física e matemática
Idade: Educação Infantil
Objetivos gerais:
Desenvolver coordenação motora e habilidades matemáticas
Objetivos específicos:
Estimular coordenação motora e lateralidade;
Trabalhar números em ordem crescente e decrescentes;
Desenvolver a concentração e percepção;
Identificar e nomear cores e formas geométricas;
Reconhecer números de 0 a 10.
Atividade 1: Amarelinha
Como toda brincadeira a amarelinha é uma atividade diária em todas as escolas, colocar esta atividades para as crianças vai ser uma atividade prazerosa e rotineira, mas com a ajuda da professora isso ficará mais interessante. Desenhe no chão amarelinha tradicional, só que as crianças terão que pular e contar ao mesmo tempo com a ajuda de todos, quando todas as crianças tiverem pulado a amarelinha, troque os números pelas formas geométricas e comece a brincadeira;
Atividade 2: Pular corda
Nesta fase a criança ainda está aprendendo a lidar com a coordenação motora, e pular corda ainda é uma brincadeira desafiadora, incentivar o jogo fará com q a criança sinta confiança.
Comece a rodar a corda e contar do 0, quando a criança errar entra outra a continua a contar do numero que a criança anterior errou até chegar ao número 10, quando chegar ao 10 comece do 0 outra vez.
Atividade 3: Circuito
Monte um circuito com pneus velhos, escorregador, corda e tudo mais q a sua imaginação, o espaço e materiais permitirem. Enumere os circuitos de 1 a 10, de modo que as crianças sigam a sequência, o objetivo desta brincadeira é desenvolver a percepção, concentração e coordenação.
Atividade 4: Formas Geométricas
Nesta brincadeira você vai precisar de duas caixas grandes, objetos com formas geométricas como cd, jornal amassado, régua e etc. cada caixa vai ficar em um lado da quadra, uma com todos os objetos e a outra vazia. Peças para as crianças procurarem todos os objetos com a forma geométrica pedida e de uma a uma colocar na caixa vazia.

LUTO INFANTIL-PLANO DE AULA


Luto Infantil - Plano de Aula


Criança também fica de luto



Objetivo
Acolher o enlutado.
AnoPré-escola.


Tempo estimado

De 15 a 30 minutos, quando morrer um parente de uma criança, um membro da equipe escolar ou alguém conhecido de todos.


Desenvolvimento

Aproxime-se com delicadeza, sem intervir diretamente e sem forçar o enlutado a abraçar, falar ou participar de atividades. Mas não o deixe sozinho. O importante é ele perceber que há uma pessoa adulta atenta ao seu sofrimento.
Mais do que dizer algo para consolá-lo, deixe que ele expresse suas emoções e só ouça.
Se a criança fizer perguntas, seja o mais objetivo possível. Diga o que realmente aconteceu, com as palavras certas, e não use eufemismos como foi viajar, está dormindo ou foi para o céu.

Pergunte se ela quer contar aos colegas o que aconteceu ou prefere que você o faça. Nas duas hipóteses, reúna todos em roda e, depois de comunicado o fato, pergunte se alguém já passou pela mesma situação. A troca de experiência conforta e é um incentivo para deixar aflorar os sentimentos. Sugira que a turma chame esse colega para brincar, mas sem insistir.

Leve filmes como Bambi e O Rei Leão para a sala. Depois, dê lápis de cor ou giz de cera para que todos desenhem algo sobre o que sentiram diante das cenas de morte. Incentive os comentários e opiniões.

Em caso de haver agressão por parte do enlutado, deixe claro a ele que todos entendem e respeitam sua dor, mas que isso não lhe dá o direito de agir com violência e descontar nos colegas.

Quando falecer alguém conhecido (artista ou pessoa importante na comunidade), não perca a oportunidade de conversar sobre o assunto. Explique o que é um cemitério, por que as pessoas são enterradas, por que os vivos visitam os mortos no feriado de Finados, o que é um velório etc.

Se a escola perder um funcionário ou professor, organize um ritual de homenagem com a participação de todos. A cerimônia pode ser simples, como o plantio de uma árvore. Assim, sempre que alguém olhar para ela poderá lembrar com carinho de quem se foi. Em sala, sugira fazer um desenho (coletivo ou individual) ou pensar em algumas palavras que poderiam ser ditas para a pessoa.

Se a perda foi de um familiar da criança sugira que ela, se quiser, leve uma foto para a escola. Isso pode diminuir o desconforto da ausência.

Se ela chorar muito, explique aos colegas dela o motivo. Oriente-os como agir quando se vê alguém aos prantos: ficar perto e oferecer ajuda ou um lenço de papel. Incentive-os a falar da tristeza e da raiva que surgem pela perda ou do que cada um sentiu quando alguém morreu.


Nunca reprima ou tente conter o choro, pois as emoções fazem parte da vida e precisam ser expressadas.


COMO FAZER UMA HORTA COM GARRAFA PET

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Como fazer uma horta com garrafas pet


Material necessário

3 garrafas PET vazias
3 suportes para floreira
1,2 quilos de terra
800 gramas de adubo
1 quilo de areia
Sementes de salsinha e cebolinha
Água
Estilete
Tesoura
12 parafusos com bucha
Pá e rastelo

Como fazer

1. Corte as garrafasCom o estilete, faça uma abertura de 13 por 20 centímetros nas três garrafas. Duas delas, que servirão de jardineiras, devem ser furadas na parte de baixo para que a água escorra (foto). A terceira garrafa terá a função de armazenar a água excedente da rega.

Cortando a garrafa PET

2. Prepare a terraMisture três partes de terra com duas de esterco de gado bem curtido, que não tem cheiro como o de galinha. Coloque a terra em duas garrafas, plante as sementes e regue.


3. Evite a água paradaColoque areia na terceira garrafa, que funcionará como prato. Assim, você impede que surjam na água focos de mosquito da dengue.

4. Pendure a hortaEscolha uma parede em que bata bastante sol e fixe os suportes, deixando 20 centímetros de espaço entre um e outro. Pendure as jardineiras a uma altura que permita às crianças ver as plantas.

faca_5.jpg

Outra opção
Se você preferir, pode montar sua hortinha utilizando outros modelos de suporte.
No mercado existem vários tipos. Outra opção é pendurar as garrafas com cordas finas, que são mais baratas. Para deixar os vasos ainda mais bonitos, pinte-os com tinta acrílica, como o da foto ao lado.

Outra dica interessante da Gilda Lima, lá do Multiply, é que se pode plantar pimentões, a partir das sementes que descascamos! Eu aqui, planto tomates e vou tentar plantar nesses vasinhos estilosos também! Abriu a geladeira e o tempero acabou ou está murcho? Não tem problema, vamos pegar lá na horta da varanda!

Fonte: http://novaescola.abril.com.br

O que as crianças aprendem com os livros?

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

O que as crianças aprendem com livros ilustrados?



Todas as Pesquisas mostram que a leitura para a criança é a coisa simples mais importante que os pais podem fazem para prepará-las para o êxito em sua futura carreira acadêmica. A leitura em alto o bom tom ajuda as crianças e entenderem o objetivo da palavra impressa, e a contruir seu vocabulário. A leitura também prepara a criança para reconhecer e entender as novas palavras porque ela agora vai saber o que elas significam. Livros de pinturas e gravuras ajudam a criança a se familiarizar com este processo. É importante lembrar que estes livros além de poucas páginas, devem ter ilustrações grandes, coloridas e pouco texto.
Créditos: Site de dicas - UOL

JOGOS E BRINQUEDOS-MATERIAIS RECICLADOS

Material: latas e tampas

Objetivos:
•Desenvolver a coordenação motora fina, coordenação viso-motor, percepção tátil, visual e auditiva.
•Promover a socialização e alegria

Interdisciplinaridades possíveis: Linguagem, Arte, Movimento, Matemática, Música.

Conteúdos indicados: geometria, trajetória, força, volume, espaço geográfico, corpo humano, equilíbrio, esquema corporal, memória, noção temporal, noção de lateralidade.

Valores e Atitudes Possíveis: Atenção, concentração, persistência, paciência, autocontrole, autoconfiança, respeito às regras,respeito as diferenças, prudência, consciência corporal, espírito de equipe.

Atividades:

1 – Boliche

Os educandos com a ajuda da professora fazem montes de latas, recebem uma bola e de um determinado local tentam acertar e derrubar a pilha de latas rolando a bola.

2 – Estafetas de bastões e latas

Os alunos em fila, o primeiro com dois bastões e uma lata, um em casa mão para empurrar a lata que está no chão, devendo levá-los a um ponto predeterminado. Após ter ido e voltado, entrega ao segundo da fila, continuando o jogo até que todos tenham participado, a coluna que terminar primeiro vence.

3 – Estafetas de encher latas

O professor previamente colocará em uma das extremidades do espaço uma lata vazia para casa grupo de participantes. Todas as latas deverão ser idênticas. No meio do espaço, colocará um balde contendo água até sua metade (ou vários). Os participantes estarão divididos em grupos. Cada grupo formará uma coluna, correrá até o balde e encherá o sua lata pequena, correndo até a lata que está vazia, despejando a água sem usar a outra mão (a que não segura o copo).feito isso, voltará para sua coluna. Ao passar por seu colega, deverá tocá-lo e este partirá, repetindo as atitudes do anterior. Vencerá a equipe que terminar primeiro.
4 – Lata Barulhenta

A uma distancia de da linha de saída coloca-se três cadeiras, uma distante da outra.
Ao sinal do professor, a primeira criança da fila sai chutando a lata com os pés, passa-a por trás da primeira cadeira, passa por baixo da segunda cadeira e dá uma volta na terceira cadeira, voltando pelo mesmo percurso até a linha de saída conduzindo a lata e entregando ao amigo da fila.

5 - Pé de lata

O professora fará dois furos no fundo de duas latas de tamanhos iguais e prenderá o barbante, de modo que dê altura aos braços da criança.
O aluno terá que se equilibrar sobre as latas e cumprir um percurso.

6 – Ache o par

A) percepção tátil: o professor confeccionará pares de latas com diferentes texturas e da mesma cor, os alunos deverão encontrar o par correto por meio do tátil.

B) percepção auditiva: o professor confeccionará pares de latas com diferentes sons e da mesma cor, os alunos deverão encontrar o par correto distinguindo o som.

7 – A boneca de lata

A)Primeiro dançar a música fazendo os movimentos pedidos.
B)Incentivar as crianças a construírem sua própria boneca. (esquema: cabeça: lata de molho ou atum, corpo: lata de leite ou Nescau, pernas e braços barbante e lã para os cabelos)

8 – Escravos de Jô

Ao som da música as crianças terão que por ou tirar o pé de cima da lata.

9 - Percurso

As crianças terão que andar por um percurso feito com a latas e ao comando da professora irão para frente, para trás, pulando, engatinhando, sem encostar nas latas.

10 - Derruba latas

Sobre uma mesa estarão latas vazias de refrigerante formando uma pirâmide. Terá uma linha de arremesso a cerca de 1,5 metros de distância. Cada participante recebe três bolinhas, para fazer três tentativas. Será anotado o número de latas derrubadas em cada tentativa.
11 - Acerte as tampinhas nas latas da mesma cor

Arruma-se as latas no chão com pelo menos um palmo de distância entre elas. Faz-se uma linha de arremesso a cerca de 1,5 metros de distância. Cada participante terá várias tampinhas para fazer tentativas. Vence quem acertar mais tampinhas dentro das latas da mesma cor das tampinhas.

12 – Agrupamento

As crianças terão que verificar quantos grupos de tampinhas da cor de seu time poderão ser agrupadas, de forma que facilite a sua contagem.

13 – Quebra-cabeça

O professor confeccionará um quebra cabeça com figura do corpo humano, os alunos montarão a figura empilhando as latas.

14 – Jogo da memória

O professor confeccionará o jogo com tampas de latas e os alunos brincarão encontrando o par.

15 – Pegar a bola.

O aluno deverá pegar a bola com a lata, que o professor jogará sempre de maneira diferente, ora de um lado, ora de outro, levando o aluno a ter movimentos diferentes.

13 – Bandinha

Cada grupo terá que formar uma banda e apresentar música com ritmos, com instrumentos que confeccionaram anteriormente (chocalhos com diferentes tipos de grãos dentro, pandeiro, latas como tambor, bateria, bumbo com lata de tinta e uma baqueta grande, xilofone com várias latas cada uma com uma quantidade de água, pratos com tampas de panela)

A partir de 1 ano:

1 – Empilhar latas

Os alunos deverão empilhar diferentes latas testando as diversas possibilidades.

2 – Faz de conta

O professor confeccionará com latas para os alunos:
Mesa, cadeira, armário, sofá e carrinhos que enriquecerão o jogo de faz de conta.

RECICLANDO-MATERIAIS VARIADOS

1- PUFF QUADRADO

MATERIAL UTILIZADO:
tesoura
32 garrafas de PET (garrafas de refrigerantes da mesma marca)
1 rolo de fita adesiva transparente (fita utilizada para fechar caixas de papelão)
cola branca rótulo azul (cascorez) ou cola de contato (sapateiro)
papelão
espuma de 3cm de espessura
tecido para estofar
MONTAGEM:

1.Retire o rótulo, lave e seque muito bem as 32 garrafas.
2.16 garrafas sem as tampas serão cortadas. Se utilizar garrafas de coca-cola aproveite a marca que a própria garrafa já possui e faça nesta marca o corte, se utilizar outra marca de refrigerante medir da tampa em direção ao meio da garrafa 13 cm, marcar com caneta hidrocor e fazer o corte separando a garrafa em duas partes.
3.Encaixe a parte de cima (com o bico) dentro do corpo da garrafa. O bico deverá encostar no fundo da garrafa. Fazer este processo com as 16 garrafas.
4.As outras 16 garrafas inteiras e tampadas deverão ser encaixadas uma a uma dentro de cada garrafa cortada. Tome o cuidado de fazer a mesma pressão em todas elas para as peças ficarem do mesmo tamanho.
5.Agora chegou a vez de prender as garrafas para formar o pufe. Junte no mesmo sentido duas peças montadas, isto é, bico com bico e prenda-as com a fita adesiva dando 3 voltas na mesma direção. Esta fita deverá ser presa com uma certa pressão, pois assim as garrafas ficarão bem presas. Forma-se então 8 duplas.
6.Juntar novamente as duplas em dois em dois, passar a fita adesiva. Não esqueça de colocar as duplas no mesmo sentido. Feito isto teremos 4 grupos de quatro peças.
7.Coloque um grupo sobre o outro e passe a fita adesiva, fazer este processo até o quarto grupo de garrafas. Está pronta a estrutura.
8.O lado do pufe que ficará no chão é do lado do bico, pois é mais resistente. Para montar o assento utilize o papelão colando-o nas garrafas.
9.Cole sobre o papelão a espuma. Se desejar pode colar também a espuma nas laterais.
10.Por último, faça uma capa com o tecido e encape o pufe. Pode também utilizar juta, courino, jeans, etc.

2- PUFF REDONDO

MATERIAL UTILIZADO:

tesoura
28 garrafas de PET (garrafas de refrigerantes da mesma marca)
1 rolo de fita adesiva transparente (fita utilizada para fechar caixas de papelão)
cola branca rótulo azul (cascorez) ou cola de contato (sapateiro)
papelão
espuma de 3cm de espessura
tecido para estofar

MONTAGEM:

1.Retire o rótulo, lave e seque muito bem as 28 garrafas.
2.14 garrafas sem as tampas serão cortadas. Se utilizar garrafas de coca-cola aproveite a marca que a própria garrafa já possui e faça nesta marca o corte, se utilizar outra marca de refrigerante medir da tampa em direção ao meio da garrafa 13 cm, marcar com caneta hidrocor e fazer o corte separando a garrafa em duas partes.
3.Encaixe a parte de cima (com o bico) dentro do corpo da garrafa. O bico deverá encostar no fundo da garrafa. Fazer este processo com as 14 garrafas.
4.As outras 14 garrafas inteiras e tampadas deverão ser encaixadas uma a uma dentro de cada garrafa cortada. Tome o cuidado de fazer a mesma pressão em todas elas para as peças ficarem do mesmo tamanho.
5.Agora chegou a vez de prender as garrafas para formar o pufe. Junte no mesmo sentido duas peças montadas, isto é, bico com bico e prenda-as com a fita adesiva dando 3 voltas na mesma direção. Esta fita deverá ser presa com uma certa pressão, pois assim as garrafas ficarão bem presas. Formar 2 duplas.
6.Unir estas duas duplas uma em cima da outra prendendo também com a fita. Observe se os bicos estão na mesma direção. Com este procedimento teremos o centro do pufe.
7.Vamos trabalhar agora com uma peça de cada vez. Prender uma peça no centro do pufe dando sempre 3 voltas com a fita adesiva. Ir fazendo este procedimento com as nove garrafas restantes, mas uma de cada vez. Ao final do trabalho teremos o pufe redondo.
8.O lado do pufe que ficará no chão é do lado do bico, pois é mais resistente. Para montar o assento utilize o papelão colando-o nas garrafas.
9.Cole sobre o papelão a espuma. Se desejar pode colar também a espuma nas laterais.
10.Por último, faça uma capa com o tecido e encape o pufe. Pode também utilizar juta, courino, jeans, etc.

3- POLTRONA DE GARRAFA (PET)

MATERIAL UTILIZADO:

tesoura
136 garrafas de PET (garrafas de refrigerantes da mesma marca)
rolo de fita adesiva transparente (fita utilizada para fechar caixas de papelão)
cola branca rótulo azul (cascorez) ou cola de contato (sapateiro)
papelão
espuma de 3cm de espessura
tecido para estofar
MONTAGEM:

1-Retire o rótulo, lave e seque muito bem as 136 garrafas.
2-32 garrafas sem as tampas serão cortadas. Se utilizar garrafas de coca-cola aproveite a marca que a própria garrafa já possui e faça nesta marca o corte, se utilizar outra marca de refrigerante medir da tampa em direção ao meio da garrafa 13 cm, marcar com caneta hidrocor e fazer o corte separando a garrafa em duas partes.
3-Encaixe a parte de cima (com o bico) dentro do corpo da garrafa. O bico deverá encostar no fundo da garrafa. Fazer este processo com as 16 garrafas.
4-As outras 16 garrafas inteiras e tampadas deverão ser encaixadas uma a uma dentro de cada garrafa cortada. Tome o cuidado de fazer a mesma pressão em todas elas para as peças ficarem do mesmo tamanho.
5-Agora chegou a vez de prender as garrafas para formar o assento. Junte no mesmo sentido duas peças montadas, isto é, bico com bico e prenda-as com a fita adesiva dando 3 voltas na mesma direção. Esta fita deverá ser presa com uma certa pressão, pois assim as garrafas ficarão bem presas. Forma-se então 8 duplas.
6-Juntar novamente as duplas em dois em dois, passar a fita adesiva. Não esqueça de colocar as duplas no mesmo sentido. Feito isto teremos 4 grupos de quatro peças.
7-Coloque um grupo sobre o outro e passe a fita adesiva, fazer este processo até o quarto grupo de garrafas. Está pronta a estrutura.
8-O lado do pufe que ficará no chão é do lado do bico, pois é mais resistente.
9-Iremos agora confeccionar os braços da poltrona. Utilizar 40 garrafas limpas e secas, 8 garrafas ficarão inteiras e com as tampas, 32 garrafas deverão ser cortadas. Se utilizar garrafas de coca-cola aproveitar a própria marcação da garrafa e fazer o corte, se for garrafas lisas medir 13cm e cortar.
10-Encaixe a parte de cima (com o bico) dentro do corpo da garrafa. O bico deverá encostar no fundo da garrafa. Fazer este processo com as 32 garrafas.
11-Para montar cada peça, encaixar 4 garrafas cortadas uma dentro da outra e finalizar com uma garrafa inteira. Com este procedimento teremos no final 8 peças que serão os braços (4 para cada lado).
12-Juntar agora duas em duas as peças, prendê-las com a fita.
13-Prender as duplas formando 4 peças. Estão prontos os braços.
14-Utilize um grupo de 4 peças na lateral do assento e prenda-o também com a fita adesiva.
15-Faça o mesmo procedimento do outro lado.
16-Confeccionaremos o encosto da poltrona. Utilize as 64 garrafas restantes. 60 garrafas serão cortadas e 4 permanecerão inteiras e com as tampas.
17- Para cortá-las e montá-las utilizar o procedimento do braço.
18-Prender o encosto utilizando também a fita. Está pronta a poltrona, falta agora estofá-la.
19 - Para montar o assento utilize o papelão colando-o nas garrafas.
20- Cole sobre o papelão a espuma. Se desejar pode colar também a espuma nas laterais, encosto e braços
21- Por último, faça uma capa com o tecido e encape o pufe. Pode também utilizar juta, courino, jeans, etc.

4- CAMA DE GARRAFA

MATERIAL UTILIZADO:

tesoura
garrafas de PET (garrafas de refrigerantes da mesma marca)
rolo de fita adesiva transparente (fita utilizada para fechar caixas de papelão)
cola branca rótulo azul (cascorez) ou cola de contato (sapateiro)

MONTAGEM:

1.Retire o rótulo, lave e seque muito bem as 32 garrafas PET.
2.16 garrafas sem as tampas serão cortadas. Se utilizar garrafas de coca-cola aproveite a marca que a própria garrafa já possui e faça nesta marca o corte, se utilizar outra marca de refrigerante medir da tampa em direção ao meio da garrafa 13 cm, marcar com caneta hidrocor e fazer o corte separando a garrafa em duas partes.
3.Encaixe a parte de cima (com o bico) dentro do corpo da garrafa. O bico deverá encostar no fundo da garrafa. Fazer este processo com as 16 garrafas.
4.As outras 16 garrafas inteiras e tampadas deverão ser encaixadas uma a uma dentro de cada garrafa cortada. Tome o cuidado de fazer a mesma pressão em todas elas para as peças ficarem do mesmo tamanho.
5.Agora chegou a vez de prender as garrafas para formar a estrutura. Junte no mesmo sentido duas peças montadas, isto é, bico com bico e prenda-as com a fita adesiva dando 3 voltas na mesma direção. Esta fita deverá ser presa com uma certa pressão, pois assim as garrafas ficarão bem presas. Forma-se então 8 duplas.
6.Juntar novamente as duplas em dois em dois, passar a fita adesiva. Não esqueça de colocar as duplas no mesmo sentido. Feito isto teremos 4 grupos de quatro peças.
7.Coloque um grupo sobre o outro e passe a fita adesiva, fazer este processo até o quarto grupo de garrafas. Está pronta a estrutura.
8.O lado da base que ficará no chão é do lado do bico, pois é mais resistente.
9.Ir fazendo este procedimento até chegar no comprimento de 1,90cm x 90cm de largura, esta é a medida padrão de uma cama de solteiro.
10.Prender as estruturas sempre com a fita adesiva.
11.Não é necessário usar estrado, o colchão deverá ser colocado por cima da estrutura.

5- EMBALAGEM PARA PRESENTE

MATERIAL UTILIZADO:
Garrafa PET verde ou transparente (de coca-cola não serve).
Tesoura

MONTAGEM:
1.Utilizar somente o meio (corpo) da garrafa. Cortar então o fundo e o bocal da garrafa.
2.Vinque as duas laterais pelo comprimento da garrafa.
3.Arredonde levemente as 4 pontas da garrafa. A tesoura deve ser posicionada deitada.
4.Posicione o dedo indicador por dentro da garrafa no centro da mesma. Com o auxílio do dedão faça uma pressão para baixo. Percebe-se com este movimento a forma de uma meia lua. Vinque então esta meia lua.
5.Vire do outro lado e vinque também esta parte aproveitando a marca da parte da frente.
6.Repita esta operação na parte de baixo da garrafa. Está pronta a embalagem de presente.
7.Se desejar, pode utilizar lixa de madeira sobre a embalagem para dar efeito de jato de areia ou pintar com esmalte ou guache.

6- EMBALAGEM PARA PRESENTE QUADRADA

MATERIAL UTILIZADO:
garrafa verde ou transparente (garrafa de coca-cola não serve).
tesoura
régua
caneta hidrocor.
fita adesiva transparente

MONTAGEM:
1.Utilizar somente o meio (corpo) da garrafa. Cortar com a tesoura o fundo e o bocal.
2.Vinque as duas laterais pelo comprimento.
3.Agora faça encontrar vinco com vinco, vinque as duas laterais que se formaram.
4.Ajeite com as mãos os 4 vincos que se formaram. Percebe-se então que a garrafa ficou quadrada.
5.Para fazer o fundo da embalagem, marque com a caneta hidrocor 5cm nos 4 vincos e corte.
6.Vinque agora as 4 partes. Está pronto o fundo. Prender com um pedaço de fita adesiva transparente as tampas.
7.Faça o mesmo no outro lado da embalagem, a medida para este lado é de 3,5cm, esta será a tampa.
8.Vinque também as 4 partes, não utilizar o fita adesiva transparente nesta parte.

7- EMBALAGEM PARA PRESENTE SEXTAVADA

MATERIAL UTILIZADO:
garrafa verde ou transparente (garrafa de coca-cola não serve).
tesoura
régua
caneta hidrocor.
fita adesiva transparente

MONTAGEM:
1.Utilizar somente o meio (corpo) da garrafa. Cortar com a tesoura o fundo e o bocal.
2.Vinque as duas laterais pelo comprimento.
3.Agora faça encontrar vinco com vinco, vinque as duas laterais que se formaram.
4.Faça encontrar novamente vinco com vinco, aparecerá então o meio entre eles, vincar este meio. Com este processo obteremos oito vincos.
5.Para fazer o fundo da embalagem, marque com a caneta hidrocor 5cm nos vincos e corte.
6.Vinque agora as partes que se formaram. Está pronto o fundo. Prender com um pedaço de fita adesiva transparente as tampas.
7.Faça o mesmo no outro lado da embalagem, a medida para este lado é de 3,5cm, esta será a tampa.
8.Vinque também estas partes, não utilizar o fita adesiva transparente pois estas partes é a tampa

8- CASTIÇAL

MATERIAL UTILIZADO:
garrafa PET verde ou transparente
tesoura
cola quente ou cascorez rótulo azul
vela
fita para decorar

MONTAGEM:
1.Retire o rótulo, lave e seque muito bem a garrafa.
2.Corte a base da garrafa usando como medida o próprio risco do frasco.
3.Recorte entre os gomos da base. Esta peça será a base do cartiçal.
4.Se utilizar garrafa de coca-cola cortar na marca a parte superior da garrafa. Se utilizar outra marca de refrigerante que não possua marca cortar abaixo da curvatura. Esta parte deverá estar com a tampa.
5.Agora cole as duas partes. O bico ficará para baixo e em cima da base.
6.Para decorar o cartiçal, utiliza-se cola colorida, tinta guache, esmalte de unha, cola com glíter, etc..
7.Passar a fita em volta do bico da garrafa para esconder a tampa.

9- ESTOJO ESCOLAR

MATERIAL UTILIZADO:
frasco de detergente (dois)
tesoura
cola
gravuras ou tintas para decorar

MONTAGEM:
1.Retire o rótulo do frasco. Com a tesoura elimine a parte da curvatura
2.Lave muito bem o frasco
3.No outro frasco corte a parte inferior, lave. Esta parte será a tampa do estojo.
4.Encaixe a tampa no estojo.
5.Para decorar: usar tinta, esmalte, guache, adesivo, etc.

10- PORTA COTONETE / ALGODÃO

MATERIAL UTILIZADO:
dois frascos resistente de detergente.
tesoura

MONTAGEM:
1.Retire os rótulos do frasco. Com a tesoura corte a parte inferior de um dos frascos, lave muito bem. Esta parte será a tampa do porta cotonete.
2.No outro frasco corte no tamanho desejado. (um pouco acima do tamanho de um cotonete).
3.Encaixe a tampa no porta cotonete.
4.Decore da forma que desejar.

11- VASSOURA

MATERIAL UTILIZADO:
serrote ou serra
13 garrafas PET
1 cabo de vassoura
prego
martelo
tesoura

MONTAGEM:
1.Retirar os rótulos e lavar bem as garrafas.
2.Utilizar o serrote para eliminar o bocal de 12 garrafas.
3.Com a tesoura cortar o fundo das garrafas aproveitando a marca existente.
4.Fazer cortes no sentido vertical em direção a curvatura da garrafa. Estes cortes serão os pêlos (Piaçava) da vassoura, eles não serão nem finos e nem grossos.
5.A garrafa restante será a base da vassoura. Retirar com a tesoura a parte de cima da garrafa, só utilizaremos esta parte, ela terá a função da madeira de uma vassoura normal.
6.Pressionar esta parte no final do cabo da vassoura.
7.Colocar agora uma a uma as 12 garrafas cortadas, arrumando as tiras das mesmas.
8.Pregar o prego para as garrafas não subirem. Está pronta a vassoura.

12- PORTA-TALHERES

MATERIAL UTILIZADO:
tesoura
2 garrafas de 2 litros verde ou transparente.

MONTAGEM:
1.Com a tesoura cortar o fundo de uma garrafa aproveitando a sua marca. Esta parte será a tampa do porta-talheres.
2.Na outra garrafa medir 14cm da tampa em direção ao meio da garrafa e cortar. Utilizaremos a parte restante.
3.Encaixar agora a tampa nesta parte. Está pronto o porta-talheres.
OBS:Se desejar, decore o porta-talheres utilizando tinta, adesivo, tecido, etc.

13- PORTA-TRECO

MATERIAL UTILIZADO:
1 garrafa de refrigerante de 2 litros (Coca-cola).
tesoura.

MONTAGEM:
1.Retirar o rótulo, lavar e secar bem a garrafa.
2.Cortar com a tesoura em cima da 2ª marca da garrafa. Utilizaremos somente esta parte.
3.Marcar 5cm e cortar em direção ao fundo da garrafa nos gomos.
4.Cortar um gomo e pular o outro, serão cortados apenas 5 gomos.
5.Vincar dobrando os cortes, estes vincos será a tampa do porta-treco.

14- PORTA PAPEL HIGIÊNICO

MATERIAL UTILIZADO:
1 garrafa verde ou transparente de refrigerante de 2 litros.
tesoura.

MONTAGEM:
1.Retirar o rótulo, lavar e secar bem a garrafa.
2.Medir do bico em direção ao meio da garrafa 10cm e cortar. Esta peça será a tampa do porta papel higiênico.
3.Medir do fundo da garrafa em direção ao meio 15cm e cortar. Esta peça é o corpo do porta papel higiênico.
4.Retirar o rolinho de dentro do papel higiênico.
5.Encaixar o rolo de papel higiênico dentro do corpo do porta papel.
6.Passar a ponta do papel higiênico por dentro do bico da garrafa.
7.Encaixe a tampa no corpo da garrafa. Esta pronto o porta papel higiênico.

15- MOSAICO DE REVISTA

MATERIAL UTILIZADO:
revistas.
cola branca
verniz
uma peça qualquer.

MONTAGEM:
1.Utilize revistas que possuem cores vivas. Rasgue pedaços coloridos das páginas da revista.
2.Passe cola em pequenas áreas da peça e deite sobre ela os pedaços de papéis rasgados. Cuidado para o papel não enrugar, alise a medida que for colando.
3.Deixe secar bem.
4.Dê uma demão de verniz em toda a peça.

16- PUXA-SACO

MATERIAL UTILIZADO:
1 garrafa PET de 2 litros.
tesoura
régua
caneta hidrocor.

MONTAGEM:
1.Retire o rótulo, lave e seque muito bem a garrafa.
2.Abaixo do bico da garrafa, marque com a caneta hidrocor 4cm.
3.Com a tesoura elimine a parte do bico. As sacolas plásticas entrarão por esta abertura.
4.Na parte de baixo, próximo ao fundo da garrafa, faça um retângulo medindo 3,5cm x 9cm e corte. As sacolas sairão por esta abertura.
5.Se desejar pendurar o puxa-saco na parede ou na porta, faça dois furos na parte de trás da garrafa e passe por esses furos nylon, corda ou outro material resistente.
6.Pintar o puxa-saco se assim o desejar.

17- EMBALAGEM DE PRESENTE

MATERIAL UTILIZADO:
Cola branca
jornal ou papel de seda
tesoura
verniz
caixa (de leite, maizena, sabão em pó, tintura de cabelo, remédio, etc..)

MONTAGEM:
1.Amasse bem uma folha de jornal ou papel de seda.
2.Depois de bem amassado, abra devagar a folha de jornal ou o papel de seda, procure não alisar a folha para manter o amassado.
3.Passe cola em pequenas áreas na peça e revista-a com a folha de jornal amassada ou o papel de seda.
4.Corte as bordas para dar um bom acabamento.
5.Utilize um prego ou a ponta de uma tesoura para fazer os furos da alça da embalagem. Fazer este procedimento nos dois lados da embalagem.
6.Passe por estes furos um pedaço de fita (pode utilizar no lugar da fita: barbante, sisal, corda, etc..)

18 - BAÚ

MATERIAL UTILIZADO:
. Caixas de diferentes tamanhos e formas;
. papelão;
. papelão ondulado;
. cola;
. pincel;
. tesoura;
. lápis;
. régua;
Para a decoração: Figuras diversas; fita, retalho de tecido, etc.

MONTAGEM:
1- Com a tesoura, recortar a tampa superior (frente e fundos) nº 1 e 2.
2- Nas tampas laterais, com um lápis ou caneta fazer o formato do baú e recortar nº 3 e 4.
3- Recortar, papelão ondulado para forrar a caixa por dentro e por fora(todos os lados).
4- Passar cola na caixa e colar o papelão ondulado.
5- Dar o acabamento com o enfeite desejado.

PROJETO SUCATA E RECICLAGEM

Objetivo:

Conscientizar a equipe escolar, os alunos e a comunidade de que “cada um de nós, brasileiros, produz mais ou menos 500 gramas de lixo todos os dias. Parece pouco, mas é só fazer as contas. Todos os dias, esse lixo vira um bolão de milhões de toneladas!!! Só na cidade de São Paulo, uma das maiores do mundo, são produzidas 12 mil toneladas por dia.” (www.canalkids.com.br ) Temos que concordar que para resolver esse problema, no momento, a reciclagem é a solução mais viável.

Conteúdos que serão trabalhados no decorrer do projeto:

•Valorização e cuidados com o meio ambiente;
•Noções de higiene e limpeza;
•Organização e classificação de materiais diversos;
•Coleta seletiva;
• Reciclagem
•Reaproveitamento de materiais;
•Construção de objetos diversos;
•Leitura de embalagens e rótulos (alfabetização, ingredientes, data de validade, volume, peso, cor, tamanho, etc)

Obs: além destes os professores terão a liberdade de trabalhar com este tema de diversas formas.
Também estarão utilizando os materiais para realizarem atividades do Projeto Cultural que está sendo realizado neste 2º semestre.

Desenvolvimento:

1.Campanha para montagem da sucatoteca com envio de bilhetes
Senhores pais
Estamos necessitando com urgência de alguns materiais recicláveis para realizarmos trabalhos de Artes, Jogos e Sucata com as crianças da Educação Infantil. Colaborem com o que puderem. Estaremos recebendo estes materiais até o dia 22/08.
Aqui vai uma lista:
- Tampa plástica de chocolate em pó;
- Pote plástico de chocolate em pó;
- Tampas plásticas de todos os tamanhos e cores (amaciante, refrigerante, shampoo, maionese e outras);
- Garrafas pets de Coca-cola e outras de vários tamanhos e cores;
- Caixas de fósforos vazias;
- Latas de vários tamanhos com tampa;
- Caixas de pasta de dente;
- Rolinhos de papel higiênico;
- Copinhos e potinhos de danone e yogurte;
- Caixas de sapato;
- Caixas diversas de diferentes tamanhos.
3. Desenvolvimento de trabalhos com os alunos e professores

- Lavagem dos materiais
- Seleção, classificação e organização da sucatoteca
- Oficina de sucata com os professores (através de receitas e trocas idéias confeccionarão jogos diversos para os alunos em encontros pedagógicos)
- Confecção de objetos e jogos pelos alunos a critério do professor
- Coleta seletiva realizada na escola (lixo da escola e da comunidade) para a cooperativa
- Estudo de textos para apoio do projeto por parte dos professores e alunos (informativos, receitas de brinquedos, poesias, letra de músicas, HQ, etc.)

4. Trabalho com os pais na reunião sobre a duração dos materiais na natureza e o prejuízo que isto causa ao meio ambiente. Em cada sala terá um Kit com :garrafa plástica, caixa papelão, vidro, latinha. Eles deverão ter estas etiquetas abaixo
PAPEL - 3 A 6 MESES

LATAS - 80 A 100 ANOS

PLÁSTICO - 500 ANOS

VIDRO - 1 MILHÃO DE ANOS

5. Palestra da Unesp e da Cooperativa de reciclagem sobre o tema para os professores com o objetivo de esclarecer dúvidas e aproximar através de outros encontros a comuniadde de catadores com a Cooperativa, tirando-os da informalidade.

6. Exposição semanal das construções com sucata e/ou trabalhos realizados sobre o tema (pesquisa, produção textual, reportagem, música, dramatização, etc). Não é necessário que todas as turmas apresentem toda semana. Cada semana o trabalho de uma sala é exposto. Na creche os educadores constroem brinquedos para os bebês.

7. Exposição final junto com os outros projetos no encerramento do ano.

Público Alvo: Ensino Infantil e Fundamental

Duração do projeto: Será permanente.

Avaliação: Será feita no decorrer do projeto observando o interesse dos envolvidos nas atividades e eventos e a mudança de postura dos mesmos frente ao tema reciclagem e lixo.

Lixo/Reciclagem

UM PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM EDUCAÇÃO INFANTIL
OBJETIVOS  GERAIS:
  • Preservar o meio ambiente, aumentando o ciclo de vida do nosso habitat;
  • Melhorar a eficiência das Estações de Tratamento de Esgoto das grandes cidades;
  • Promover a educação ambiental nas escolas e comunidades.
OBJETIVOS  ESPECÍFICOS
  • Conscientizar e motivar os empresários da comunidade inclusa no projeto, a se envolverem maciçamente na separação das diferentes partes de seu lixo;
  • Promover a criação e desenvolvimento de novas empresas e associações de coleta, reciclagem e reutilização das diferentes partes do lixo produzido pela comunidade em questão;
  • Envolver as escolas na conscientização das crianças, pais e educadores quanto à importância da atenção na hora da compra para incentivar as empresas conscientes e responsáveis, e seu papel fiscalizador e multiplicador em casa e em todos os locais que freqüenta para a separação do lixo produzido;
  • Valorizar todos os profissionais, organizações, associações e empresas participantes através da divulgação de seu envolvimento no projeto.
METODOLOGIA A SER EMPREGADA
Para que o projeto se desenvolva com tranqüilidade e competência alcançando seus objetivos, deve-se prever a contratação de um profissionalde educação ambiental, para assumir a coordenação das ações externas à escola previstas no projeto. ou estagiário de engenharia sanitária e ambiental ou, um professor
O primeiro passo para a implantação do projeto de EA nas escolas de educação infantil deverá ser a realização de parcerias com empresas privadas e públicas, visando estruturar a coleta e o direcionamento para empresas de reciclagem, das diferentes partes do lixo a serem separados pelas crianças. (Caso uma escola queira iniciar o projeto em âmbito interno sem estar associada ao projeto maior da comunidade, deve selecionar previamente empresas que realizam estas etapas de coleta e reciclagem).
Escolhida a escola multiplicadora das ações de educação ambiental na comunidade, iniciaremos o trabalho junto a estas crianças de conscientização da problemática do excesso de lixo produzido pelo homem, como segue:
1. As crianças tomarão consciência do real tamanho do problema visualizando a absurda quantidade de lixo que sua cidade produz a partir da visita pedagógica ao lixão e outra visita a Companhia de água e esgoto de sua cidade.
2. Discute-se e apresentam-se as diferentes partes do lixo produzido na cidade através de diferentes atividades pedagógicas. O que tem no seu lixo em casa? O que a sua família joga no lixo depois do almoço, jantar e do lanche? E a faxineira da escola, o que ela joga no lixo após a faxina, vamos descobrir?
3. A professora recorta figuras de todas as partes do lixo encontradas na escola e na casa das crianças e, em sala de aula realiza uma atividade com a turma de separação de todas estas partes em grupos diferentes... Plástico, papel, metal, óleo, orgânico.
4. Tentar descobrir com as crianças o que fazer com cada "grupo de lixo separado". Apresentar produtos reciclados e Montar uma exposição com eles.
5. Passeio pedagógico a empresas de reciclagem de lixo, podendo ser qualquer uma que trabalhe com papelão, alumínio, óleo ou plástico.
6. Montando NOSSA SEPARAÇÃO DO LIXO, criação de latas de lixo de coleta seletiva na escola, apresentando que cada cor de lata recebe um tipo de lixo.
Autora: Patrícia de Sá Freire

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Projetos

PROJETO MEIO AMBIENTE
Objetivo: Trabalhar valores importantes para a formação da cidadania e solidariedade conscientizando os alunos sobre a ação do homem no meio ambiente. Conscientizar sobre o tempo de decomposição de algumas matérias no meio ambiente. O aluno deverá perceber as mudanças e a degradação que o homem realiza no meio ambiente e quais são as conseqüências que o próprio homem sofre com esta degradação. O aluno deverá aprender que o homem pode progredir e usar a tecnologia sem alterar o meio ambiente e sim usar esta tecnologia moderna até mesmo para ajudar. Conscientizar o aluno da importância de cuidar do meio ambiente em geral. Demonstrar a utilização da reciclagem e a importância da coleta seletiva. Conscientizar os alunos sobre os benefícios e malefícios dos avanços tecnológicos e a responsabilidade de cada indivíduo com a preservação do meio ambiente. Perceber quais são as empresas/indústrias de origem estrangeira que se encontram no Brasil e como procedem para preservar o meio ambiente, e posteriormente, comparar com as brasileiras; que o aluno perceba-se como ser integrante de uma sociedade e agente transformador global.
Justificativa: Para que seja possível formar alunos conscientes, é necessário que o professor busque maneiras e atividades capazes de despertar nos mesmos a conscientização a respeito do meio ambiente e a importância da preservação, assim como a necessidade do reaproveitamento do lixo por meio da reciclagem. Devido ao grande quantidade de “lixo” jogado no meio ambiente e a necessidade da transformação de alguns materiais recicláveis na construção de objetos que podem ser utilizados no dia-a-dia. Sabendo-se que atualmente as ações do Homem estão trazendo graves conseqüências ao meio ambiente, é necessário que os indivíduos conscientizem-se da importância da preservação do mesmo, para que empreendam ações responsáveis no presente, preocupando-se com o futuro, ou seja, “pensem globalmente e consigam agir localmente”. Desenvolver no aluno a capacidade de leitura em Língua Inglesa de textos diversificados e autênticos, de diferentes fontes de informação, voltados a assuntos relacionados com o Meio Ambiente. Os textos serão extraídos de fontes diversas, como jornais, revistas, livros, Internet, participação em palestras e seminários, com o objetivo de aguçar o interesse e a curiosidade do aluno, deixando-o em contato com a língua viva.. Quanto ao trabalho em si, constitui um excelente feedback do que os alunos conseguiram aprender, pois resulta na construção de algo concreto. O projeto deverá ser trabalhado em grupo, pois normalmente os alunos falam de suas experiências e mostram seu modo de ver o mundo, aprendendo a buscar informações, desenhar, recortar, colorir, fazer entrevistas e pesquisas, assim alunos com diferentes níveis de desempenho e aproveitamento acabam se aproximando e se beneficiando mutuamente, pois o projeto depende de todos e para todos adquire um valor de conquista. Desse modo aprender inglês deixa de ser simples aquisição de um código diferente em uma disciplina isolada, e passa a se materializar em uma experiência de vida, integrada no currículo. Promover e ampliar condições para o desenvolvimento integral dos educandos, mostrando aos mesmos que o conhecimento é ilimitado, sendo assim o aluno percebe a natureza e a utilidade dos conteúdos curriculares em seu cotidiano.
O tema “Meio Ambiente” abrirá portas para discussões importantes levando a reflexão sobre possíveis soluções para reverter os danos causados a natureza que ameaçam a qualidade de vida. Desenvolver a compreensão da relação do ser humano com o meio ambiente. O aluno deverá desenvolver a compreensão de que suas ações repercutem diretamente no meio ambiente. Perceber a interdependência entre as espécies de qualquer ambiente e sua relação com o meio abiótico, relacionando a participação do ser humano como agente transformador e causador de diferentes conseqüências da natureza.
Desenvolver o senso critico sobre as ações do homem e as graves conseqüências ao meio ambiente. É necessário que os indivíduos conscientizem-se da importância da preservação do mesmo e que os alunos percebam quais os pontos positivos e negativos de um mundo globalizado e como as ações (responsáveis ou irresponsáveis) do homem moderno podem refletir no meio ambiente e trazer conseqüências diretas ou indiretas aos povos de diversos países.
Público alvo: Educação Infantil e Ensino fundamental e Médio
Disciplinas envolvidas: Todas as disciplinas
Responsável: Todos os professores
Prazo: 1o semestre
Atividades a serem desenvolvidas: Confecção de lixeiras e aventais com os símbolos da reciclagem. Música relacionada ao tema. Campanha da coleta seletiva na escola. Criação com sucatas. Reaproveitamento de papel. Trabalhos com material reciclável em sala de aula de forma agradável, afim de que a criança torne – se consciente da importância da preservação da natureza.  Visita ao antigo lixão de Mogi das Cruzes, Parque Leon Feffer e a firma de retirada de areia, visita a industria que não agride o meio ambiente. Debates relacionados ao tema “meio ambiente e preservação”. Realizar a coleta seletiva e reciclagem com trabalhos de sucata. Histórias em quadrinhos seguindo o tema. Leitura e interpretações de textos de diversos gêneros ligados ao tema. Produção de textos diversos. Dramatização. Tribunal (argumentação de opiniões opostas). . Pintura e desenho (ressaltando a diferença de paisagem com e sem a poluição). Criação de cartazes sobre o tema. Os alunos deverão selecionar informações sobre o Meio Ambiente que envolva assuntos como a prevenção do Meio Ambiente, poluição do mar e do ar, vegetação, clima, mundo animal e sistema solar, pesquisando em jornais, revistas, livros, Internet, participação em palestras e seminários. Criar e produzir reportagens a partir de manchetes e/ ou fotos, escrever para o jornal, criar histórias em quadrinhos, cruzadinhas e charges. Todas as pesquisas serão elaboradas em forma de gráficos de vetores, barras e colunas. As pesquisas são feitas mediante alguns temas e algumas questões: Economia de Energia e água; Qual é a porcentagem de água potável existente no Planeta Terra? Como controlar o aquecimento do planeta? Como diminuir a poluição no Planeta Terra? Qual a porcentagem de ar puro que há em uma grande metrópole?
 Visitas à barragem Água Branca – Salesópolis e Parque do Itapeti.
 Durante o bimestre, concomitante com os conteúdos do plano de ensino, alguns eixos temáticos serão trabalhados com pesquisas que englobem assuntos referentes a: recursos naturais, Cooperativas de reciclagem, crise ambiental, etc. Com tal programa pretende-se embasar conteúdos relacionados ao Meio Ambiente, Qualidade de vida no meio ambiente chuva ácida, camada de ozônio, efeito estufa, extinção de espécies, acumulo de lixo e poluição, (ar, solo, água) assim como, visual, sonora e radiativa e suas conseqüências, como, contaminações e doenças. Pesquisa em diversas fontes: revistas, jornais, Internet. Interpretação e debates sobre textos informativos. Analise de documentários ou atividade prática sobre o mesmo. Atividades de laboratório e em sala de aula. Trabalhos manuais com utilização de sucatas e materiais recicláveis. Visitas em locais de importância, principalmente ecológicas. Teatro e seminários.
Recursos: régua, compasso, cartolina, lápis de cor, canetinha, jornal, revista, internet, livros didáticos, dicionário, folha de sulfite, xerox, tesoura, cola, computador, etc.
Avaliações: A avaliação será permanente através de observações sistemáticas, considerando o desenvolvimento integral dos alunos, não só a aquisição de conceitos, mas também procedimentos e atitudes. Os trabalhos a serem realizados serão previamente discutidos com a Coordenação e Direção nos HTPC’s, onde verificarão a possibilidade de viabilização de qualquer atividade pretendida. Será contínua e paralela, verificando-se através de atividades em sala de aula, trabalhos dirigidos e provas objetivas e subjetivas.
Responsáveis: Professores de 1ª a 8ª séries do Ensino Fundamental e 1ª série do Ensino Médio.

Projeto de conscientização sobre o lixo no Parque de Águas Claras

A Educação Ambiental é um ramo da Educação que visa disseminar os conhecimentos sobre o Meio Ambiente, buscando a conscientização sobre a conservação da natureza.
O objetivo geral do trabalho é a conscientização dos visitantes, freqüentadores e trabalhadores do parque de Águas Claras da importância da conservação do parque. E tem como objetivos específicos:
  • Conhecer os problemas ambientais que ocorrem no parque;
  • Conscientização da população em vários aspectos de conservação ambiental dentro do parque;
  • Demonstrar a importância do meio ambiente para a vida humana;
  • Diminuir a quantidade de lixo que podemos encontrar espalhados pelo chão do parque e também no lago;
  • Demonstrar atitudes que podemos tomar em prol do meio ambiente.
Aplicamos o projeto no parque de Águas Claras no sábado dia 19 de setembro de 2009. Nós percebemos que as pessoas gostaram do projeto proposto e muitas elogiaram e participaram com a gente.
O trabalho foi muito proveitoso, percebemos que as pessoas passam a perceber mais o problema do lixo a partir de ações e projetos como este. A população tem que ser alertada sobre esse tipo de problema para que seja conscientizada e possamos viver em um ambiente mais limpo e agradável.
Loading...