quinta-feira, 17 de junho de 2010

O BRINCAR NA ESCOLA

RESUMO

Pesquisas revelam que a escolarização da criança tem se constituído, na maioria das vezes, num grande obstáculo para que se respeite o direito de brincar, ou seja, as atividades mais desenvolvidas pelas crianças durante o tempo que permanecem na escola se restringem à leitura, à escrita e ao formal da matemática, sendo totalmente dirigidas pela professora, que acaba sempre impondo uma tarefa para todos. Em função desses dados o trabalho foi desenvolvido numa escola da rede municipal de XXXXXXXXXXX - XX, Centro Educacional XXXXXXXXX com o qual a clientela são crianças de classe desfavorecidas. Professores e a orientadora da escola foram entrevistadas através de um questionário, objetivando levantar informações a respeito de que valor os educadores dão ao brincar na infância. Com base nos resultados alcançados pode-se perceber que existe a preocupação, pois segundo os educadores o brincar ajuda o desenvolvimento e nas descobertas da criança. Porém a escola enfrenta dificuldades, portanto faz-se necessário investir na formação do educador e na conscientização de toda a sociedade quanto à importância disso.

Palavra chave: Brincar, criança, lúdico.

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

CAPÍTULO I
1 A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR
1.1 Origem das brincadeiras tradicionais e sua importância
1.2 Diferentes brinquedotecas
1.3 O brincar e a escola
1.4 A importância do jogo no processo educacional

CAPÍTULO II
2 CARACTERÍSTICA DO CAMPO DE PESQUISA
2.1 Histórico da escola pesquisada
2.2 Característica do corpo docente/ discente
2.3 Aspectos físico considerados relevantes que permitam as brincadeiras
2.4 Observações gerais do brincar na escola

CAPÍTULO III
3 COMPILAÇÃO DOS DADOS
3.1 Resultados obtidos e análise dos resultados

CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...